Siga-nos
Topo

Radioterapia ganha novos recursos tecnológicos contra o câncer

radioterapia é um tipo de tratamento contra o câncer feito através de radiações ionizantes, na maioria das vezes geradas por aparelhos chamados aceleradores lineares. Recentemente, o Hospital Sírio-Libanês adquiriu um novo acelerador, o TrueBeam™ com sistema Edge™ para radiocirurgia, que amplia o nível de precisão das sessões de radioterapia — recurso particularmente útil nos casos de tumores pequenos ou em localizações especiais.

Entre as ferramentas desse novo equipamento, destacam-se o Auto Beam Hold e o sistema Calypso. Essas tecnologias asseguram o envio das radiações para o local originalmente planejado, detectando e compensando qualquer movimento corporal no momento das sessões de tratamento. Isso representa mais eficácia contra o câncer e menos efeitos colaterais para os pacientes.

O Auto Beam Hold é um sistema que interrompe automaticamente a radiação quando as imagens mostram o tumor fora da área inicialmente planejada. “No momento em que o paciente está se submetendo à radioterapia, a respiração é um fator determinante no movimento da lesão e deve estar sincronizada com o disparo da radiação”, comenta a dra. Cecília Kalil Haddad, coordenadora da área de Física Médica do Hospital Sírio-Libanês. “Essas inovações caminham no sentido de proporcionar ainda mais precisão e segurança aos tratamentos”, acrescenta.

O sistema Calypso, por sua vez, consiste num receptor eletromagnético, implantado junto do tumor, que funciona como se fosse um GPS e envia ao acelerador linear o local exato da lesão durante toda a sessão de radioterapia. Nos tumores de próstata, por exemplo, esse receptor é inserido pelo rádio-oncologista por via perineal (região da pelve) através de uma agulha. Ou seja, trata-se de um procedimento minimamente invasivo, feito em apenas 15 minutos, antes de começarem as sessões de radioterapia.

Quais as vantagens da radioterapia de alta precisão?

Segundo explica o dr. João Luis Fernandes da Silva, diretor da Radioterapia do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês, essas ferramentas do TrueBeam™ com sistema Edge™, por serem extremamente precisas, apresentam um risco menor de extrapolar as margens do tumor e atingir órgãos sadios, o que tem permitido realizar aplicações com doses mais altas e em menor espaço de tempo.

Sendo assim, tratamentos de tumores, como da próstata, que duravam cerca de 40 dias, agora podem ser feitos em 20 dias ou, às vezes, em apenas 5 dias com conveniência e conforto para o paciente. “Tratar em menos dias com a mesma eficácia, sem aumentar a toxicidade, tem um importante reflexo socioeconômico nos países que adotam essa técnica”, avalia o dr. João Luis.

E por atingirem basicamente apenas o tumor, os efeitos observados em regiões vizinhas ao órgão lesionado se tornam incomuns. Para tratamentos na próstata, por exemplo, observam-se menos irritações na região do reto — porção final do intestino grosso, localizada ao lado da próstata.

As tecnologias ligadas ao TrueBeam™ com sistema Edge™ também mostram bastante benefícios para pacientes com tumores na mama esquerda, pois diminuem os riscos de radiação no coração, prevenindo assim possíveis problemas cardíacos.

Quais tumores têm mais indicação da radioterapia de alta precisão?

As radioterapias de alta precisão feitas com suporte do TrueBeam™ com sistema Edge™ podem ser usadas em qualquer tipo de tumor localizado e pequeno.

No entanto, segundo explica o dr. João Luis, tumores em órgãos que mais se movimentam durante a respiração ou que estão perto de órgãos nobres são as indicações mais usadas. São eles:

  • Câncer de próstata.
  • Câncer de pulmão.
  • Câncer de fígado.
  • Câncer de pâncreas.
  • Câncer no reto.
  • Câncer na bexiga.
  • Câncer na mama esquerda.
  • Câncer na coluna e medula espinhal.

Pioneirismo e excelência

Criada em 1971, a radioterapia do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês sempre se destacou pelo pioneirismo tecnológico.

Além dos recursos do TrueBeam™ com sistema Edge™, a unidade conta com simuladores de última geração e sistemas de planejamento integrados a todos exames de imagens do Hospital, otimizando os tratamentos de radioterapia. Essa integração só é possível graças ao rigoroso controle da qualidade que os recursos humanos da radioterapia permitem executar.

Todos esses novos recursos são investimentos que vêm se traduzindo em melhores resultados para os pacientes oncológicos da Oncologia do HSL.

https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/

 

You must be logged in to post a comment Login

Mais em Medicina