Siga-nos
Topo

Regime de emagrecimento exige também boa mastigação

Saiba como desacelerar a ingestão de alimentos sem prejuízo da saciedade.  Existe um dispositivo intrabucal que ajuda você a fazer isto sem ficar com a sensação de fome. E, óbvio, a buscar o peso ideal que você tanto deseja.

De acordo com o professor Gerson Köhler, existe um dispositivo utilizado na boca que ensina – ou treina –  a comer devagar, mastigar mais e  por isto mesmo é um excelente auxiliar para os regimes de emagrecimento e controle de peso orientados por médicos nutrólogos ou nutricionistas. É conhecido nos EUA como “DDS System” e teve acompanhamento, para sua liberação pela FDA – Food and Drug Association (uma espécie de Anvisa americana).

O assunto, informa Juarez Köhler, da Köhler Ortofacial também já foi objeto de artigo publicado pela prestigiosa Obesity Research, uma referência em publicações científicas na área de saúde e emagrecimento.

O dispositivo – de uso intrabucal e somente durante as refeições – é excelente para ser utilizado em conjunto com regimes médicos de emagrecimento. E promove uma complementaridade digna de nota, pela facilidade em usá-lo, para a progressiva perda de peso corporal desejada.

O percentual de brasileiros obesos é de cerca de 14 a 15%. Aqueles que estão acima do peso normal – no entanto – já são em torno de 46% da população. Estes dados são do Ministério da Saúde e foram obtidos em conjunto com estudos da Universidade de São Paulo, através de uma pesquisa específica (Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas). A pesquisa revela, também, que o sobrepeso atinge – atualmente – 51% dos homens e 42.3% das mulheres.

Segundo o professor Gerson I. Köhler – docente convidado de pós-graduação da UFPR, desde 1988 – entre os principais fatores que levam ao aumento excessivo de peso estão o consumo predominante de alimentos industrializados, o sedentarismo e – claro – os fatores genéticos predisponentes. Pondera também o especialista que existem diversas estragégias para promover uma perda progressiva de peso. Nesta área de tratamentos normalizadores – nos quais é necessário citar a efetividade não somente de dietas indicadas por nutrólogos, endocrinologistas e nutricionistas, mas também de tratamentos farmacológicos e as cirurgias bariátricas – existe uma forma de emagrecer progressivamente que é proporcionada pela área odontológica. São os aparelhos intrabucais utilizados para – a um só tempo – reduzir a quantidade de alimento ingerido (a cada bocado) e melhorar a qualidade da mastigação dos alimentos.

Mastigar corretamente parece ser algo tão básico, mas, infelizmente, não costuma ser observado no cotidiano apressado das pessoas. De acordo com Juarez Köhler, associado da equipe Köhler Ortofacial, a utilização deste dispositivo intrabucal é prescrita para diminuir a quantidade de alimento ingerido a cada bocado e exercitar uma correta mastigação. A soma destas duas ações permite fazer com que, no tempo necessário para a manifestação da saciedade (algo entre 15 e 20 minutos), seja ingerida menor quantidade de comida e que esta seja corretamente processada (bem mastigada) já a partir da boca.

Gerson I. Köhler explica, no entanto, que, para que a perda progressiva de peso ocorra, é necessária uma mudança de comportamento, que depende da força de vontade de cada pessoa. Estudos médicos realizados recentemente na Holanda, na Universidade de Wageningen, mostraram que a relação entre a velocidade da mastigação e a quantidade de calorias consumidas estão diretamente relacionadas ao equilíbrio ponderal (ao controle do peso) das pessoas. “Quando a pessoa come devagar, colocando pequenas porções de comida na boca e mastigando por mais tempo, ela pode reduzir significativamente a ingestão de calorias e começar a emagrecer gradativamente” afirma o odontologista, acrescentando  que “comer rápido prejudica o mecanismo da saciedade e faz com que se consuma mais alimento do que o necessário”.

De acordo com os especialistas da Köhler Ortofacial, foi a partir deste conceito – de que a mastigação influi na saciedade – que surgiram técnicas voltadas a reaprender a mastigar corretamente, auxiliadas pela utilização de um dispositivo intrabucal que ajuda a efetivar esta mudança comportamental na hora das refeições.

Segundo Juarez Köhler, este dispositivo é confeccionado – de modo personalizado para cada paciente – e se encaixa no palato. Algo semelhante a outros dispositivos acrílicos usados em Ortodontia, mas – aqui – com finalidade completamente diferente: efetuar mudança comportamental na área da mastigação e do controle da quantidade de comida ingerida.

Este dispositivo – que não aparece (não é visível) quando está colocado na boca – é utilizado apenas nas horas de refeições para permitir não só uma correta mastigação mas também a redução da ingestão (bocado a bocado) da quantidade de alimento. “A importância do que o dispositivo intrabucal proporciona está ligada ao fato de que o cérebro terá tempo de receber os estímulos necessários para o envio da mensagem de saciedade no tempo certo” informa Gerson Köhler, que acrescenta ainda ser o fato uma questão de formação de um novo hábito de mastigação, fundamental para programas de saúde destinados àqueles que estejam com peso excessivo e que queiram, progressivamente, perdê-lo.

 O especialista finaliza, informando ainda que esta intervenção odontológica – re-ensinar a correta mastigação – costuma ser efetuada, sempre, em parceria com médicos (nutrólogos, endocrinologistas, metabologistas e nutricionistas) da área de emagrecimento corporal. Os especialistas – que utilizam a técnica para o reaprendizado da correta mastigação – enfatizam que “a função do dispositivo intrabucal é reeducar a função mastigatória do paciente, sem privá-lo do bem-estar de sentir-se bem alimentado, pois a sensação de saciedade acontece naturalmente, mas com menos ingestão de comida e de calorias”.

Nós ensinamos ‘como comer e como mastigar’ e não ‘o que comer’. Esta questão – o que comer – é determinada pelos médicos ligados às áreas de nutrologia, nutrição, metabologia e endocrinologia, enfatizam os especialistas. O dispositivo – que reeduca a mastigação – é confeccionado de forma personalizada, observadas as características anatômicas e funcionais da boca de cada paciente, após um rigoroso exame clínico/radiológico e criteriosa anamnese.

Informa ainda o professor Gerson I. Köhler, membro especialista da ABOR – Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, filiada internacionalmente à WFO – World Association of Orthodontists – que o aparelho intrabucal é removível, sendo apenas colocado na boca 15 minutos antes das refeições (retirando-o assim que termine de comer), não sendo visível a ninguém que esteja próximo à pessoa que o utiliza. Pode então, inclusive, ser utilizado em refeições que façam parte de eventos sociais.

O especialista informa ainda que o dispositivo intrabucal para retreinamento da mastigação ainda é uma novidade no Brasil, alertando que o mesmo não deve ser utilizado indiscriminadamente. O aparelho, acrescenta o Professor Köhler, faz parte de um tratamento por profissionais habilitados na área odontológica e sempre em conjunto com médicos da área de nutrição e controle de peso corporal. O tratamento segue um protocolo clínico e tem um tempo determinado para que os efeitos ocorram, precisando contar com a adesão e colaboração irrestritas do paciente, que terá que ter disciplina e persistência para ver os resultados ocorrerem.

O assunto – complementam os especialistas que utilizam o dispositivo retreinador da mastigação – tem sido objeto de pesquisas em diversas partes do mundo. Além da Universidade de Wageningen, na Holanda, são importantes as pesquisas do Pennington Biomedical Research Center e da Louisiana State University (EUA). A pesquisa americana comprovou que o dispositivo intrabucal (retreinador da mastigação) permite reduzir em cerca de 23% a ingestão de alimento, o que corresponde a aproximadamente cerca de 500 calorias a menos por refeição.

O dispositivo é conhecido nos EUA como “DDS System” e teve acompanhamento e liberação para uso pela FDA – Food and Drug Association. Também já foi objeto de artigo publicado pela prestigiosa Obesity Research, uma referência em publicações científicas na área da saúde voltada ao controle do sobrepeso, à obesidade e às suas consequências altamente nocivas sobre a saúde em geral.

Fontes consultadas:

 – Gerson I. Köhler e Juarez F. W. Köhler são membros especialistas da ABOR – Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, filiada internacionalmente à World Federation of Orthodontists – WFO – EUA –[email protected] –kohlerortofacial.wordpress.com

 – Normalizing eating behavior reduces body weight and improves gastrointestinal hormonal secretion in obese adolescents. J Clin Endocrinol Metab. 2012 Feb

– Timing of food intake predicts weight loss effectiveness. Int. Journal of Obesity. 2013 Apr

–  Are dentists involved in the treatment of obesity? J Int Soc Prev Community Dent. 2016 May-Jun.

Desenvolvido por CG Multimídia

You must be logged in to post a comment Login

Mais em Colunistas

  • By Mary Schaffer

    Baile black tie comemorou 90 anos do Graciosa Para celebrar seus 90 anos em grande estilo, o Graciosa Country Club realizou...

    Ângela de Mello24/07/2017
  • Boa mesa & Cia

    Feijoada Com o retorno das temperaturas mais baixas, uma calórica feijoada configura excelente pedida para o almoço. Aos interessados, então, uma...

    Júlio Cézar20/07/2017
  • Roncos e apnéias, sinônimos de sérios problemas de saúde

    A qualidade do sono pode ser comprometida por episódios de roncos e apnéias obstrutivas que podem gerar várias alterações na saúde...

    Dr. Gerson I. Köhler18/07/2017
  • Boa mesa & Cia

    Estado Puro Grupo especial de curitibanos participará de um brunch, nesse domingo 16, no mezzanino do The Five East Batel. O...

    Júlio Cézar13/07/2017
  • Dress Code

    A informalidade no trabalho   A tendência de muitas empresas no Brasil é adotar uma roupa mais informal pelo menos uma...

    Maria Ines12/07/2017
  • By Mary Schaffer

    Inauguração badalada do Street 444, no conceito “all in one”traz oito operações, algumas delas inéditas na cidade: My Way, Enjoy Eating Well, Gorillas, Espaço Bodebrown,Vindega41, Stil Tattoo, GriloGringo...

    Mary Schaffer06/07/2017
  • Cintos em alta

    O cinto é um acessório   que marca que diferencia a roupa, pode ser usado num vestido, sobre um blazer. Ele...

    Maria Ines05/07/2017
  • By Mary Schaffer

    Foi no sábado, 01 de julho, a Rooftop Party de inauguração do The Five, icônico empreendimento da TECNISA localizado em uma...

    Mary Schaffer03/07/2017
  • By Mary Schaffer

    Na quarta feira(28), aconteceu uma das mais badaladas festas da temporada em Curitiba. O parabéns foi cantado em grande estilo para...

    Mary Schaffer30/06/2017